você quer ter uma ForteMente para trilhar seu caminho com equilíbrio? sim não
Post Forte

Ensinamento

perfeccionismo
Quando o perfeccionismo se torna uma prisão

Um recente estudo realizado no Reino Unido, analisou a tendência crescente ao perfeccionismo com base nos índices registrados de 1989 a 2016 – essa é a primeira pesquisa a comparar a tendência entre gerações. E constataram o que já era de se esperar: estamos cada vez mais em busca da perfeição. 

O curioso é que esse aumento é ainda mais significativo entre os recém-formados. 
Em outras palavras, o universitário médio de hoje em dia é muito mais propenso a apresentar uma veia perfeccionista do que um estudante na década de 1990 ou no início dos anos 2000. 
Mas, será que isso significa que eles são mais bem-sucedidos do que os de algumas décadas atrás? 
Pelo contrário, o que todas as estatísticas de transtornos mentais mostram é que estão ficando mais doentes, mais tristes e até mesmo minando seu potencial. 

 


COMO SE LIVRAR DA INSEGURANÇA 

 


Isso acontece porque o perfeccionismo não tem a ver com a busca pelo potencial máximo, mas sim com uma visão distorcida baseada em padrões e expectativas irreais. Quando o seu melhor deixa de ser o suficiente, a busca pela perfeição se torna uma prisão. O efeito nocivo dessa busca utópica tem sido chamado por muitos cientistas de perfeccionismo mal adaptativo. 

Nesses casos, a autocrítica, ao invés de motivacional, pode desencadear sintomas depressivos, que conseguem por sua vez agravar o senso autocrítico, gerando um ciclo angustiante. Isso se reflete em altos níveis de ansiedade que, somados à insegurança, levam os perfeccionistas a um grau de sofrimento tão elevado que pode desencadear crises de ansiedade, fadiga excessiva ou uma falta de motivação por não conseguirem aquilo que se propõem. 

Além disso quase todas as tendências perfeccionistas (medo de errar, sentir que nunca será bom o suficiente, ter pais exigentes ou simplesmente padrões pessoais altos) estão com frequência relacionadas a pensamentos suicidas. 
 


EMOÇÕES TÓXICAS 



Como se livrar dessa prisão? Seus pensamentos e suas crenças têm muito mais poder do que você imagina. 

Aceitação 

Quando você reconhece que sua busca tem sido por objetivos irreais, consegue dar o primeiro passo para a superação desse ciclo vicioso. 

Não lute, mas não se curve 

Nosso cérebro cria mecanismos de defesa para situações reconhecidas como perigo, e muitas vezes a ansiedade e insegurança são gatilhos para essa resposta de defesa. 

Como resultado disso, continuamos alimentando o ciclo vicioso: você quer fugir da ansiedade, mas não consegue parar de pensar nela e, assim sendo, só fica mais ansioso. Assim, o melhor a se fazer é reconhecer a ansiedade, mas não lutar contra ela, para que ela não te domine (isso serve para todos os outros sentimentos considerados negativos). 

Fortaleça sua mente! 

Criar um novo padrão de pensamentos e ressignificar crenças é a chave para alcançar a alta performance e deixar para trás expectativas irreais. 

Quer saber como fazer isso? Eu te ajudo!